Saiba como a reforma trabalhista impacta os pequenos negócios

Saiba como as mudanças no regime de contratação interferem na relação de pequenas empresas com seus empregados.

reforma trabalhista aprovada no Senado em julho de 2017 e sancionada pelo presidente Michel Temer propõe mudanças na lógica da relação trabalhista que impactarão diretamente o ambiente de negócio, em especial a relação patrão-empregado dos pequenos negócios.

Dentre os principais temas alterados, temos:

  • Novas modalidades de jornada de trabalho.
  • Negociação coletiva.
  • Contratação e rescisão.

A reforma trabalhista entrará em vigor em novembro de 2017.

Nesta direção o Sebrae desenvolveu um conjunto de conteúdos formatados para orientar os empresários de pequenos negócios sobre as mudanças na legislação. Acesse os menus laterais para aprofundar-se nas mudanças advindas da reforma trabalhista.

Veja as principais mudanças advindas da Reforma Trabalhista

Microsoft encerra suporte à primeira grande atualização do Windows 10

A Microsoft lançará dentro de algumas semanas a próxima grande atualização do Windows 10, batizada de Fall Creators Update. Ao mesmo tempo em que se prepara para o novo, a empresa começa a limar as versões antigas do sistema operacional, cortando o suporte da versão 1511.

A versão 1511 do Windows 10 foi lançada em novembro de 2015 e foi a primeira grande atualização do sistema operacional. Com o encerramento do suporte, usuários que ainda estiverem usando o software deixarão de receber quaisquer atualizações. Isso vale para as versões Windows 10 Home, Pro, Education e Enterprise.

O resultado disso é que, apesar de o Windows 10 não parar de funcionar para ninguém após perder o suporte, não é recomendável usar um sistema abandonado. As falhas de segurança que já existem permanecerão abertas indefinidamente e novas que forem descobertas com o tempo também, trazendo riscos graves aos usuários, podendo causar até mesmo prejuízos financeiros.

Além disso, não há motivos para continuar usando uma versão ultrapassada do Windows 10 quando a atualização para a nova é gratuita. A empresa recomenda que os usuários façam a migração para o pacote mais recente, o Creators Update, distribuído no início do ano. Também há a opção de, no mínimo, migrar para o Anniversary Update, que é a versão seguinte, e garantir mais alguns meses de suporte antes que a Microsoft desligue o suporte a essa edição também.

Se você não sabe qual versão do Windows 10 está rodando no seu computador, basta pressionar o atalho com a tecla do Windows+R, digitar “winver” (sem aspas) e observar o que aparece na tela. Se a sua versão é 1511 ou inferior, está na hora de fazer a atualização. Na demonstração abaixo, é possível ver que a versão do meu Windows é a 1703.

link: https://olhardigital.com.br/noticia/microsoft-encerra-suporte-a-primeira-grande-atualizacao-do-windows-10/71580

6 cuidados para não ter o cartão de crédito clonado

Em quase todas as semanas são registrados golpes que visam roubar dados dos usuários e, entre as informações que acabam vazando, estão as de cartão de crédito. No entanto, não é apenas no mundo virtual que as pessoas precisam ficar atentas com a segurança do cartão.

Confira seis cuidados para não ter o cartão de crédito clonado:

1. Não dê seu cartão para ninguém

Essa orientação pode parecer um tanto óbvia, mas em alguns países é comum o lojista ou garçom levar o cartão de crédito para ser processado em outro local do estabelecimento. Nestes casos, vá junto com a pessoa até o terminal de pagamento para garantir que o cartão não será clonado ou prefira utilizar dinheiro em papel-moeda.

2. Senha

A senha do cartão só pode ser pedida no caixa eletrônico ou em maquininhas de cartões, por isso, se um site além do seu banco pedir o PIN, desconfie. Além disso, cubra com a sua mão o teclado na hora de digitar a senha, principalmente em caixas eletrônicos, pois o equipamento pode ter sido adulterado e uma câmera pode estar escondida.

3. Segurança na internet

Ao realizar compras pela internet, verifique se o site possui uma certificação de segurança, que é o cadeado que aparece ao lado da URL, ou HTTPS. Além disso, faça compra somente em lojas de confiança e confira se a página é a original.

4. Caixas eletrônicos

Evite usar o seu cartão em locais de risco, como os caixas eletrônicos da rua e de espaços públicos menos controlados, pois esses equipamentos podem ser facilmente adulterados. Caso você perceba algo errado com a máquina, como a tampa frontal solta, evite colocar o cartão, já que os criminosos podem ter instalado um skimmer, também conhecido como chupa-cabra, para roubar os dados dos usuários.

5. Acessar conta bancária

Evite acessar sua conta bancária, tanto no site quanto via aplicativo, em dispositivos públicos e de terceiros, ou então quando estiver conectado a uma rede de Wi-Fi pública.

6. Controle

Verifique a fatura do cartão regularmente e, caso haja uma transação indevida, comunique o seu banco imediatamente. Também é uma opção ativar serviços de SMS oferecidos pelo banco que avisam sobre qualquer movimentação realizada com o seu cartão.

link: https://olhardigital.com.br/fique_seguro/noticia/6-cuidados-para-nao-ter-o-cartao-de-credito-clonado/71265

Não deixe uma boa crise ser desperdiçada

Reconhecer o momento desfavorável e utilizá-lo em sua vantagem é a melhor estratégia para sair deste período com a empresa mais forte.

Quando algo vai mal na sua empresa, para muitos o instinto inicial é manter as coisas sob os panos, o máximo possível, para evitar desesperos dentro do time. Eu diria que é melhor reconhecer a crise e usá-la em sua vantagem.

É difícil trazer mudanças para uma organização, e um momento de crise é o momento perfeito para fazer aqueles ajustes que você já estava querendo há um tempo. Ela cria o cenário e o contexto ideais para fazer  isso.

Talvez você esteja no meio de uma crise financeira, provocada por um ambiente hostil para investimento. Talvez você esteja vivendo um tumulto na sua gestão. Talvez você tenha perdido seu maior cliente. Talvez você esteja sendo massacrado por uma notícia falsa na imprensa. Não importa muito a causa da sua crise, mas todas são possíveis de resolver com alguma mudança.

Já vi uma empresa do meu portfólio reagir a uma crise financeira fazendo mudanças importantes consideráveis e já atrasadas em seu modelo de negócios e organização. A crise acabou e a empresa emergiu com bem mais força que antes.

Já vi um empreendedor reagir à perda de vários membros importantes da sua equipe com uma grande virada na empresa, pivotando o roadmap do produto e operando com um time bem mais enxuto. A companhia se recuperou da perda de seus colaboradores-chave, lançou um novo produto muito bem sucedido e entrou num caminho de lucros extraorinários.

Por isso, se você está no meio de uma crise com sua empresa nesse momento, pense em usá-la como oportunidade para fazer algumas mudanças. Nunca houve um momento tão propício.

LINK:http://www.sebrae.com.br/sites/PortalSebrae/artigos/nao-deixe-uma-boa-crise-ser-desperdicada,3a949bcea8dbd510VgnVCM1000004c00210aRCRD?origem=tema&codTema=9

8 aplicativos infectados com vírus foram encontrados na Google Play Store

Os usuários do Android precisam ficar atentos. A PSafe identificou na última quinta-feira, 13, oito aplicativos maliciosos dentro da Google Play Store, sendo que mais de 120 mil smartphones podem ter sido infectados.

Os aplicativos suspeitos são Call Recorder, HDR Wallpapers, Girls HD, Girls Collection, Wallpapers HD+, SmartRingtones Lite, Light Booster Cleaner e QR Reader & Generator.

Com uma rede de internet, o vírus completa o ciclo de instalação e se conecta a um servidor remoto para receber comandos e fornecer informações do smartphone infectado, tal como modelo de aparelho e operadora de telefonia.

Após a infecção estar completa, o hacker consegue roubar o histórico de chamadas e mensagens SMS recebidas e enviadas, efetuar ligações, instalar novos aplicativos, além de ter acesso a comandos específicos para roubar fotos do usuário.

“Mesmo as lojas oficiais de aplicativos não estão 100% imunes à ação de hackers, podendo ser alvo de ataques. Por isso, é fundamental que o usuário esteja sempre atento às permissões de acesso que concede”, explica Emílio Simoni, gerente de segurança da PSafe. Além disso, é importante que o usuário tenha um antivírus instalado no smartphone.

link: https://olhardigital.com.br/fique_seguro/noticia/8-aplicativos-infectados-com-virus-foram-encontrados-na-google-play-store/69745

Recurso 'secreto' pode deixar seu Android mais rápido

Um dos principais problemas enfrentados por qualquer usuário de dispositivos eletrônicos é a lentidão, que afeta quase todos os modelos, independentemente da marca, em algum momento de sua vida útil. Felizmente, se você é dono de um celular Android, há maneiras de reduzir esse problema e deixar seu aparelho mais rápido.

O Android possui um Modo Desenvolvedor que permite ao usuário acessar configurações "secretas", destinadas a programadores e profissionais de TI. Algumas dessas configurações dizem respeito à velocidade das animações do sistema, como as transições entre telas e aplicativos.

No Modo Desenvolvedor, você pode aumentar a velocidade dessas animações, tornando a navegação no celular bem mais rápida. Para isso, abra o aplicativo de Configurações do Android e abra a opção "Sobre o telefone". Procure por "Número de Compilação" ou "Número da versão" (pode mudar dependendo da marca do seu aparelho) e toque sobre ele sete vezes repetidamente.

Você será notificado sobre a ativação do Modo Desenvolvedor e, em seguida, basta voltar à primeira página do app de Configurações. Note que o sistema ganhou uma nova opção, chamada "Programador" (ou "Opções do desenvolvedor"). Acesse-a e procure por "animação em escala", "escala de transição" e "escala de duração da animação".

Reprodução

De fábrica, essas configurações são mantidas em 1x. Basta abrir uma por uma e reduzir o valor para 0.5x. Se preferir, é possível também desativar a função, tornando a navegação totalmente livre de qualquer animação - e também menos agradável visualmente. Com essas novas escalas, a transição entre as telas fica mais rápida, assim como a experiência do usuário.

link: https://olhardigital.com.br/noticia/recurso-secreto-pode-deixar-seu-android-mais-rapido/55690

Veja como desabilitar a Cortana no Windows 10

A Microsoft incorporou a sua assistente virtual Cortana ao sistema operacional Windows 10 e os usuários que não queriam a ajuda da assistente podiam desabilitá-la. Porém, no Anniversary Update, essa opção de desligar a assistente sumiu de vista, mas ainda é possível fazer isso. Veja como:

1. Abra a caixa de pesquisa da Cortana;

Reprodução

Reprodução

3. Selecione sua conta de usuário e clique em “Sair”.

Reprodução

Agora, se você quer se livrar também da barra de pesquisa da Cortana, clique com o botão direito do mouse sobre a barra de ferramentas e, na opção “Cortana”, selecione “Oculto”.

link: https://olhardigital.com.br/dicas_e_tutoriais/noticia/veja-como-desabilitar-a-cortana-no-windows-10/69551

Se você possui o roteador D-Link DIR-615, atualize-o com urgência

O roteador DIR-615, da D-Link, estava com uma porta de entrada aberta para cibercriminososhá cerca de um ano. De acordo com uma denúncia recebida pelo TecMundo, um backdoor no firmware do roteador permitia o acesso via Telnet, um protocolo de rede utilizado para proporcionar melhorar a comunicação. Usuários brasileiros do roteador precisam atualizar o dispositivo de maneira urgente — consumidores do Brasil e Taiwan foram afetados.

Se você possui o roteador D-Link DIR-615, atualize-o com urgência

"Trata-se de uma forma de acesso indevido com privilégios administrativos aos roteadores com os firmware afetados, sem o conhecimento do proprietário do dispositivo", segundo o pesquisador Oliveira Lima, da StoneLABS. Lima nota que a D-Link recebeu o aviso sobre o problema há cerca de um ano, mas apenas agora o problema foi corrigido: "A D-link levou 1 ano para corrigir o problema em questão e acredito que o backdoor estava presente desde do lançamento do firmware".

Apesar da correção, a questão ainda é grave: as pessoas não atualizam os próprios roteadores. A parcela de usuários que realmente faz o download de patches e atualiza o dispositivo é pequena, por isso, boa parte das pessoas que usam o roteador DIR-615 estão expostas aos cibercriminosos.

  • Confira agora o modelo do seu roteador e atualize-o urgentemente. Para saber como atualizar, acesse aqui

D-Link DIR-615

Como a invasão acontece

 

O roteador é o dispositivo-chave de toda a sua navegação na internet. Seja WiFi ou cabeado, independentemente da maneira em que você esteja conectado ao roteador, acaba passando pelo dispositivo tudo o que você faz online. Com um backdoor presente, uma porta de entrada (vulnerabilidade no sistema) aberta para cibercriminosos, um invasor poderá não só acompanhar e monitorar a sua atividade online, como também roubar diversos dados sensíveis como senhas de redes sociais e senhas de banco.

Um invasor poderia roubar até senhas de banco

Sobre o roteador DIR-615 da D-Link, "basta que o atacante esteja conectado à rede, ele poderia acessar o roteador via Telnet e utilizar uma conta de 'backdoor' admin para ter acesso total a administração do roteador", conta Lima. "Isso porque a senha de acesso é gerada dinamicamente utilizando os últimos quatro números do endereço MAC do roteador — informação esta que seria facilmente obtida através de uma simples requisição ARP ou realizando um ataque de força-bruta".

A desativação do Telnet também não ajuda nesta situação, sendo necessária a atualização do roteador, como você pode checar no alerta acima. O pesquisador Oliveira Lima disse o seguinte: "Na versão de firmware 20.11, o recurso Telnet está ativo independentemente da opção escolhida pelo usuário na interface web. Ou seja, mesmo que o usuário desabilite o Telnet, não irá fazer a menor diferença; algo confirmado pela fabricante".

A D-Link já liberou um patch de correção, então atualize o gadget

O backdoor presente no firmware do roteador se encontrava em aparelhos comercializados no Brasil e em Taiwan, segundo o pesquisador. Todos os roteadores vendidos nos Estados Unidos, por exemplo, não possuíam este problema.

O DIR-615 é um dos dispositivos mais vendidos no Brasil, com um preço médio de R$ 70. Vale relembrar que a D-Link já liberou um patch de correção para o backdoor, mas é necessário atualizar o roteador para fechar esta porta.

 

Abaixo, você vai conferir alguns detalhes técnicos sobre como o pesquisador Oliveira Lima descobriu essa vulnerabilidade grave. 

  • "Podemos observar na figura abaixo que temos 2 usuários "Admin", sendo um pertencente ao proprietário do device e o outro usuário de acesso backdoor", disse Lima

  • "Vale ressaltar que o usuário backdoor não tem acesso via interface web e tão pouco é visível por la. No arquivo de configuração, é possível ver a existência de duas contas admin, sendo a segunda conta com o atributo 'BACKDOOR' definido com o valor 0x1"

  • "A senha de backdoor é gerada dinamicamente utilizado os últimos quatro números do endereço MAC do roteador. Comprei outro roteador e constatei a utilização dos últimos dígitos do endereço MAC para gerar a senha de backdoor"

LINK: https://www.tecmundo.com.br/roteador/118245-roteador-d-link-tem-porta-aberta-entrada-hackers-atualize-urgente.htm?f&utm_source=facebook.com&utm_medium=referral&utm_campaign=thumb